A AIM NA INTERNET

www.aimintl.org

Embora existindo há mais ou menos dez anos, a página da AIM na internet estava localizada no «site» da Ordem de São Bento: www.osb.org, do qual era uma dos «menus».

Com o passar do tempo, novas tecnologias e novas exigências se impuseram de modo que o «site» da AIM tornou-se independente e autônomo desde 14 de dezembro de 2009. Não é necessário aqui explicitar a utilidade de semelhante instrumento de comunicação nem mesmo demonstrar sua utilização universal. Nosso «site» fornece informações, elementos para reflexão, comunicação de projetos além de exprimir sua solidariedade e sua comunhão. As comunidades podem expressar como vive cada  uma; os irmãos e irmãs podem entrar em contato com elas para ajudá-las de uma maneira ou de outra.

Iremos expor alguns de seus «menus», para tornar-lhe a estrutura mais familiar.

A página inicial («home page») se abre com um mapa do mundo, pois a Aliança Inter-Monástica é uma entidade que assume a vida de todos os Mosteiros fora da Europa, embora muitos deles tenham se originado no Velho Continente! Interativo, o mapa permite abrir a página de cada continente e procurar o que diz respeito a um Mosteiro específico.

À direita, uma pequena coluna mostra, mediante atualizações freqüentes, os títulos de alguns acontecimentos mais recentes das grandes famílias monásticas: OSB, O.Cist, OCSO, Bernardinas de Esquermes, Bernardinas de Oudenaarde, etc. Devido a dificuldades técnicas e a um bloqueio talvez proveniente dos fluxos RSS editados por estas famílias monásticas, decidimos realizar manualmente as atualizações da maioria delas. Uma ligação direta reenvia para a página correspondente do «site» dessas diferentes Ordens.

No alto da página inicial encontram-se os «menus» que permitem o acesso aos principais assuntos: perfil da AIM, vida monástica, projetos, Boletins da AIM e contato.

Perfil da AIM: consta de elementos para compreender a finalidade, os objetivos e o modo de seu funcionamento, a lista dos membros da equipe internacional e algumas avaliações de financiamento dos últimos dez anos, por parte da AIM.

Vida monástica: contém dois títulos fundamentais sobre a vida de São Bento, redigida e ilustrada por Irmã Véronique Dupont, OSB, e o texto da Regra de São Bento (em francês). Em seguida, existem várias possibilidades de consultas à página de realizações no que concerne a formação e o desenvolvimento das fundações monásticas mais recentes. Uma associação, membro da AIM, figura entre esses títulos: a AMTM (Associação dos Amigos dos Mosteiros do Terceiro Mundo).

Famílias Monásticas: todas as fundações estão repertoriadas com o respectivo «status» de fundação, Priorado autônomo ou Abadia. Os dados referentes a cada comunidade muito ganhariam se pudessem ser verificados periodicamente pelas próprias comunidades: às vezes mudam sua localização, seu «status», seus responsáveis, suas necessidades... isto facilitaria sua atualização no «site». É apenas neste título que está disponível o «link» que permite encontrar os Mosteiros por continente.

O fato de ser na Europa, sobretudo, que estão sendo atualmente fundadas novas comunidades monásticas, nos faz pensar na eventualidade de pôr também em linha informações sobre as comunidades-mães, pois foram elas, situadas no «velho continente», que deram origem às fundações recentes em sua maior parte.

Projetos: classificados em diversas categorias, os projetos expressam as necessidades que nos são comunicadas pelos Mosteiros novos, quer seja para as construções, ganha-pão, meio-ambiente, desenvolvimento, veículos necessários... uma breve descrição da situação da comunidade, seus efetivos, sua situação geográfica e social, que permite nos darmos conta, às vezes graças a um orçamento possível, de um começo de avaliação das necessidades financeiras de uma determinada comunidade.

Boletim da AIM: uma outra secção do «site» dá acesso à maior parte dos artigos publicados nos Boletins a partir do número 70. Reflexo de quarenta e três anos de experiência da vida concreta dos Mosteiros, o Boletim é um espaço privilegiado de intercâmbio, de formação, de reflexão comum sobre assuntos da Igreja e da sociedade. Cada Boletim comporta três ou quatro sub-divisões: tradição monástica hoje, Igreja e sociedade, vida dos Mosteiros e ecos de encontros monásticos diversos. Os artigos que são simplesmente crônicas das comunidades não são reproduzidos aqui.

Contato: O último «menu» possibilita conhecer alguns dados (endereços, número de telefone, e-mail) dos membros da equipe internacional. Fornece também informações – o que decerto não é inútil – sobre as coordenadas bancárias da AIM, onde sobressai o título: «ajudar esse projeto», posto no fim de cada pedido de ajuda no título «Projetos».

O «site» contém páginas em inglês, português, alemão, italiano e espanhol acessíveis por meio de bandeirinhas nacionais indicativas na página inicial. A língua original do «site» é o francês, mas, pouco a pouco, as versões nas outras línguas vão sendo introduzidas, na medida em que as traduções são feitas ou as versões originais dos artigos nos são enviadas.

Este trabalho, executado no primeiro ano por um profissional da área de informática, é agora realizado por três monjas benévolas que receberam a necessária formação e passaram pelas etapas devidas, depois de algumas tentativas e falhas que, via de regra, acompanham esse gênero de trabalho minucioso e exigente.

O banco de fotos ainda contém pouco material que logo poderá aumentar se todos os Mosteiros quiserem nos enviar clichês de boa qualidade (ou melhor... excelente), que serão re-trabalhados a fim de ser mais facilmente «carregados» até mesmo em lugares onde o acesso à internet ainda se faz mediante conexões lentas e pouco estáveis. Qualquer documentação ou comunicação poderá ser enviada para o Secretariado Geral da AIM em seu endereço postal ou através de seu endereço eletrônico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

O investimento financeiro necessário para a criação do «site» foi bastante conseqüente, como para toda realização desse tipo. Esperamos que agora nosso «site» se torne realmente um instrumento de comunicação próprio para fazer conhecido o desenvolvimento da vida monástica fora da Europa, na grande família de São Bento. A participação financeira de Mosteiros dispondo de recursos mais significativos poderá, sem dúvida alguma, ajudar a recuperar os fundos investidos na criação do «site» durante os dois anos de construção e de iniciação.

Boa navegação na descoberta dos Mosteiros, de sua vida e de sua vitalidade, hauridas nas fontes sempre novas da espiritualidade de São Bento!                   

Irmã Gisela Happ,  OSB
Secretária Geral da AIM (Vanves, França)

Madre Marie-Pascale Dran, OCSO
Abadessa de Notre-Dame de Brialmont (Bélgica)

Irmã Isabelle Desarnaud, OCD
Monja carmelita descalça (França)